Na sequência da Providência Cautelar, intentada pela Associação “NEGOCIATA”, o Tribunal Administrativo e Fiscal de Almada emitiu, em 30/08/2021, a respectiva sentença que aqui publicamos.

Independentemente da decisão de não acolher a PV, o facto é que em muitas passagens da sentença são expressas considerações e avaliações com que a Plataforma Cívica se identifica. Podemos até dizer que, na sua argumentação, a sentença é demolidora para a APA, para o Governo e para a ANA Aeroportos/VINCI, assim como para todos (poucos) os que defendem a possibilidade de uso da BA6.

Deste modo não custa realçar que se trata de mais “um prego no caixão” de um moribundo.

2021-08-31_Sentenca NEGOCIATA

Barreiro, 06-09-2021