Reunião de dia 18 Setembro 2018

Conforme o anteriormente noticiado reuniram, hoje pelas 19:00 horas, os representantes do Ginásio Atlético Clube da Baixa da Banheira, do Grupo Recreativo “O Chinquilho” Banheirense, da Associação de Moradores da Zona Norte da Baixa da Banheira, da Comissão de Utentes de Saúde da Baixa da Banheira, da Comissão de Utentes de Saúde de Alhos Vedros, da Associação de Mulheres com Patologia Mamária, da Comissão de Utentes dos Serviços Públicos do Barreiro, da Cooperativa Cultural Popular Barreirense, da Plataforma Cívica Aeroporto BA6-Montijo Não e da União dos Sindicatos de Setúbal/CGTP-IN.

Este também presente o Presidente da União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira que gentilmente cedeu as instalações da Junta.

As organizações presentes decidiram convocar uma Marcha de Protesto contra a tentativa de ser construída uma infraestrutura aeroportuária, na Base Aérea nº 6 do Montijo, para a expansão do Aeroporto de Lisboa Humberto Delgado.

A Marcha de Protesto realiza-se no dia 29 de Setembro próximo pelas 10:00 horas.

A Marcha de Protesto concretizar-se-á a partir de duas concentrações sendo uma delas na rotunda 25 de Abril, no Barreiro e a outra na rotunda de Alhos Vedros perto do supermercado Continente.

Ambas as concentrações seguirá em desfile até à Alameda do Povo na Baixa da Banheira, onde terminará.

As organizações presentes decidiram constituir-se em Comissão Promotora e que conta com o apoio da União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira, da Junta de Freguesia da Moita e da Câmara Municipal da Moita.

A Comissão Promotora concordou em endereçar convites, entre outros à União de Freguesias Barreiro Lavradio e à Câmara Municipal do Barreiro.

A Comissão Promotora decidiu convidar todos os órgãos de comunicação social para uma conferência de imprensa a realiza no próximo dia 24 de Setembro pelas 17:00 horas.

Oportunamente será feito o convite com os respectivos detalhe

Siga a Plataforma em:

1 comentário a "Reunião de dia 18 Setembro 2018"

  1. António Santos Silva | 20 Setembro, 2018 às 11:14 | Responder

    Fui militar na FAP (09/01/1970 a 28/12/1974).
    Sempre ouvi dizer que o Aeroporto de Lx. com as devidas atualizações daria para mais de 100 anos…
    Depois vem a Ota, para mim, seria uma alternativa parcial. A infraestrura principal seria sempre na Portela.
    Estou de acordo que no Montijo “NÃO” . Se na Ota o espaço não daria para aumentar, penso que no Montijo a areia no “solo-subsolo” será sempre um problema…?
    A Santos Silva

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*


WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com