Nota sobre a reunião com o Partido Ecologista “Os Verdes” .

 

Na passada quarta-feira, 12 de Setembro pelas 16:00 horas, reuniram uma delegação da “Plataforma Cívica” e dois dirigentes do Partido Ecologista “Os Verdes”. 

A reunião, que se realizou a pedido da “Plataforma”, teve lugar na sede nacional do Partido “Os Verdes”.  

A “Plataforma” foi recebida por Susana Silva e Joaquim Correia. 

Como tem sido hábito, a reunião serviu para a “Plataforma” se apresentar e levar ao conhecimento dos seus interlocutores os seus objectivos, preocupações e propostas no que ao uso do da Base Aérea nº6 do Montijo para fins civis diz respeito. 

O Partido Ecologista “Os Verdes”  deixou claro que tem uma posição frontalmente contra a intenção do actual governo e da ANA, SA/VINCI de que seja utilizada a BA6/Montijo para ali ser instalada uma infraestrutura  aeroportuária com vista à expansão do Aeroporto Humberto Delgado. Ambas as delegações concordaram em afirmar que é falso que na BA6 se vá construir um aeroporto. 

Quer o Partido Ecologista “Os Verdes” quer a “Plataforma Cívica entenderam chamar a atenção de que um dos estudos existentes, o CTA-Campo de Tiro de Alcochete, tem em vigor uma Declaração Ambiental positiva e que essa solução se situaria também ela no concelho do Montijo. Ambos concordaram que, quer do ponto de vista ambiental, quer do ponto de vista do emprego e do desenvolvimento sustentável quer mesmo do ordenamento do território, essa solução seria incomparavelmente melhor para a região e o país. 

Ambas as delegações coincidiram na consideração de que Portugal precisa de um novo e moderno aeroporto na região de Lisboa, que tenha capacidade de expansão e que assegure uma durabilidade temporal para várias décadas. 

Tal pressuposto não será assegurado pelo uso da Base Aérea do Montijo e, tudo leva a crer, serão outros os interesses em fazer prosseguir tal opção. Neste quadro houve também grande convergência em considerar que o Aeroporto de Lisboa terá, inevitavelmente e a prazo de ser desactivado a bem da segurança, tranquilidade e qualidade de vida dos habitantes da capital do país. Ambas as delegações, sendo sensíveis aos constrangimentos da Portela, consideraram que a resolução dos problemas de tráfego não podem acontecer à custa da segurança dos passageiros e das populações e com maiores custos ambientais. 

Durante o tempo que decorreu a reunião foi efectuada uma profícua troca de informações. Num clima de diálogo e de respeito pelo papel de cada uma das partes foi possível estabelecer alguns pontos de colaboração, nomeadamente no que ao esclarecimento das populações diz respeito. 

A “Plataforma”, também a exemplo do efectuado com outros partidos, deixou o convite para que os dirigentes e activistas do Partido Ecologista “Os Verdes” possam, se assim o entenderem, integrar a “Plataforma” e subscrever o respectivo Manifesto. 

Ambas as delegações reiteraram a vontade de prosseguir os contactos e a cooperação neste domínio da defesa da construção do NAL-Novo Aeroporto de Lisboa. 

Siga a Plataforma em:

Faça o primeiro comentário a "Nota sobre a reunião com o Partido Ecologista “Os Verdes” ."

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*


WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com