Avião A320 da TAP retido em Genebra após colisão com aves (Bird Strike).

Segundo informação da NewsAvia um avião A320 da TAP sofreu hoje, no Aeroporto de Genebra durante a fase de aterragem, um incidente que, felizmente, não teve consequências de maior para os passageiros e tripulação. O incidente deveu-se à colisão da aeronave com uma ou mais aves e do qual resultaram danos no avião que, em face disso, teve que ficar retido para a necessária inspeção e eventual reparação. Este acontecimento, “Bird Strike”, vem chamar a atenção para o que a “Plataforma Cívica” tem vindo a alertar no que concerne à possível utilização da Base Aérea nº 6, no Montijo, para fins civis. A “Plataforma Cívica”, no quadro da sua ação, tem chamado a atenção em particular para esta possibilidade, quer nas operações de aterragem quer de descolagem no que diz respeito à zona do Montijo. De referir que nos chamados cones de aproximação À Base Aérea do Montijo circulam dezenas de milhares de aves, algumas de grande envergadura e que voam em bandos com centenas de aves, constituindo por esse motivo um perigo real e efectivo para a operação de aeronaves de transporte comercial. Segundo os dados que a “Plataforma Cívica” dispõe, e que são reconhecidos pelas autoridades ambientais e de conservação da natureza, só entre a zona do Sapal de Coina e a ZPE-Zona de Proteção Especial (a norte da BA6) estima-se que circulem, em determinadas épocas do ano, perto de 200 mil aves. Acontecimentos como o hoje ocorrido só vêm reforçar as preocupações que temos manifestado e aconselham maior prudência às autoridades nacionais que têm que avaliar e decidir sobre o Montijo.

A320 da TAP sofre bird strike em Genebra – Aterragem foi normal, avião retido

Siga a Plataforma em:

Faça o primeiro comentário a "Avião A320 da TAP retido em Genebra após colisão com aves (Bird Strike)."

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*


WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com