Nota de Imprensa – Queixa da ZERO

A propósito das notícias vindas a publico, sobre a eventual queixa à Comissão Europeia por parte da Associação Ambientalista “ZERO” bem como a exigência para que seja desencadeado o processo tendente a uma Avaliação Ambiental Estratégica, a “Plataforma Cívica Aeroporto BA6-Montijo Não”, considera:

1- Serem de saudar todas as iniciativas que tenham como finalidade reclamar a transparência do processo que tem como objetivo usar a Base Aérea do Montijo (BA6) como infraestrutura aeroportuária complementar do Aeroporto Humberto Delgado;

2- Serem de valorizar as iniciativas que coloquem na ordem do dia a consideração dos fatores de natureza ambiental e de respeito e defesa da Zona de Proteção Especial e da Reserva Natural do Estuário do Tejo;

3- Dever reafirmar a sua posição, recentemente assumida, de exigir a divulgação, pública e integral, do Estudo de Impacto Ambiental e que, segundo informação veiculada pela imprensa, terá sido devolvido pela APA-Agência Portuguesa do Ambiente à ANA/VINCI bem como os fundamentos de tal devolução;

4- Que a ANA,SA/VINCI, como principal interessada nessa opção, não reúne a suficiente, necessária e indispensável isenção para apresentar um Estudo de Impacto Ambiental que assegure o respeito integral por todos os descritores de ordem ambiental e de segurança. É nossa convicção de que a ANA, SA/VINCI tudo irá fazer para omitir, desvalorizar ou contornar os reais perigos para as populações envolvidas;

5- Lembrar que é ao estado português e ao governo de Portugal que cabe tomar a decisão sobre a construção de um novo e moderno Aeroporto na região de Lisboa que venha a substituir o da Portela/Huberto Delgado;

Assim, os portugueses não devem esperar uma qualquer atitude da Comissão Europeia no sentido de defender os interesses de Portugal e da sua soberania.

A “Plataforma Cívica” considera que o caminho continua a ser o da exigência da transparência, do debate e pelo fim desta farsa e deste embuste que consiste em fazer crer que o EIA (Estudo de Impacto Ambiental) se trata de um exercício sério, isento e honesto do ponto de vista técnico-científico.

A “Plataforma Cívica” relembra que, ainda recentemente, a APA prolongou a declaração de Impacto Ambiental, positiva, para o CTA-Campo de Tiro de Alcochete, documento esse que não pode deixar de ser tomado em conta no debate e nas decisões a serem tomadas.

21 de Agosto de 2018

Siga a Plataforma em:

Faça o primeiro comentário a "Nota de Imprensa – Queixa da ZERO"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*


WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com